RSS

Locomotiva 221

Em construção.

Locomotiva 221 no pátio da Oficina de Cruzeiro

Locomotiva 221 no pátio da Oficina de Cruzeiro

Fabricante: Robert Stephenson & Co.
Ano de fabricação: 1914
Placa: 3852
Tipo: Consolidation (2-8-0)
Bitola: 1,00m (3′ 3 3/8″)
Expansão do vapor: Simples
Produção de vapor: Superaquecido
Combustível: lenha (madeira) ou carvão.
Procedência: Leopoldina Railway, EF Leopoldina e Usina Santo Amaro.

A 221 é a única sobrevivente de um lote de apenas duas unidades adquiridas do fabricante inglês Robert Stephenson & Co. pela Leopoldina Railway, recebendo os números 220 e 221.

Inicialmente rodava no trecho de Três Rios a Dom Silvério. Sua última função na Leopoldina foi a de manobreira em Bicas-MG, onde permaneceu operacional até o início dos anos 70.

Ainda nos anos 70, a 221 foi vendida pela Leopoldina para a Usina Santo Amaro, na região de Campos-RJ. A locomotiva passou então a trabalhar transportando cana desde os canaviais até a sede da usina e a manobrar os vagões para carregamento de açúcar. A usina desativou seu sistema ferroviário em fins dos anos 80, ficando as locomotivas paralisadas em seu pátio até que em 1994 a ABPF adquiriu a 221 juntamente com a locomotiva nº 50 “Tentugal”.

No dia 15 Julho de 1994, uma sexta-feira, foi iniciada a viagem de Campos com destino a Porto Novo. O trem composto pela locomotiva diesel GE U5B nº 2042, a locomotiva 221 e seu tender, um vagão prancha e um vagão fechado, partiu da estação de Campos às 13h30. Após a longa viagem, o trem chegou na estação de Porto Novo às 14h04 do sábado, dia 16 de julho.

A reforma da 221 começou ainda em Porto Novo mas, devido à falta de recursos, os trabalhos foram paralisados. Por volta do ano 2000 a locomotiva foi trazida para as Oficinas de Cruzeiro onde existem mais recursos.

 

Anúncios
 

4 Respostas para “Locomotiva 221

  1. ANDRE LUIZ GONÇALVES PEREIRA

    12 de junho de 2012 at 0:27

    BOA NOITE,GOSTARIA DE SABER O SEGUINTE:
    A LOCOMOTIVA 207,SAIU DE SÃO PAULO EM 2005,VI UMA FOTO DA MESMA,PORÉM ALGO DIFERENTE ELA APRESENTA,ELA ESTÁ UM POUCO REFORMADA,CLARO QUE PRECISA DE MUITA COISA,MAS A PARTE EXTERNA está pintada acredito,para protejer o material existente.
    abraços
    ANDRÉ LUIZ
    JUIZ DE FORA

     
  2. bcsanches

    12 de junho de 2012 at 0:29

    Exato André, ela recebeu uma pintura para proteção do metal, algumas locomotivas receberam essa pintura nos últimos anos.

     
  3. Amarildo Mayrink

    25 de novembro de 2017 at 15:11

    Olá, amigos!
    Segue abaixo o link de uma bela matéria sobre a 221 que publiquei em minha página sobre a história da Estrada de Ferro Leopoldina na Zona da Mata mineira. Espero possa contribuir com o belo trabalho que realizam. Sucesso!

    http://otremexpresso.blogspot.com.br/2017/04/locomotiva-vapor-n-221-sempre-presente.html

     
    • bcsanches

      27 de novembro de 2017 at 11:25

      Excelente, muito obrigado! Isso ajuda sim!

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: