RSS

Arquivo mensal: março 2016

Locomotivas GE 44 Ton

A Regional Sul de Minas adquiriu em dezembro de 2015 duas locomotivas diesel-elétricas da Sobel/Tiplam através de leilão. Devido ao recesso de fim de ano, a burocracia só pode ser resolvida em janeiro de 2016 e após isso ficamos aguardando até que fossem liberadas as manobras das duas no pátio do porto de Cubatão, onde contamos com o apoio da VLi que as rebocou até o ponto onde os caminhões podiam chegar para embarcá-las.

WP_20160305_12_55_02_Pro

Foram necessários dois grandes guindastes para realizar o içamento das locomotivas e colocá-las sobre as carretas

Processo de embarque da "Joana" e a mesma já carregada pronta para seguir viagem até Cruzeiro; foram necessários dois grandes guindastes para realizar o içamento das locomotivas e colocá-las sobre as carretas

A “Joana” já carregada pronta para seguir viagem até Cruzeiro

A "Rebeca" já carregada pronta para seguir viagem até Cruzeiro

A “Rebeca” já carregada pronta para seguir viagem até Cruzeiro

A "Rebeca" chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A “Rebeca” chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A "Rebeca" chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A “Rebeca” chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A "Joana" chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A “Joana” chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A "Joana" chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

A “Joana” chegando em Cruzeiro na tarde de 08/03/2016

As locomotivas, denominadas “Rebeca” e “Joana”, são do modelo GE 44 Ton e possuem respectivamente as bitolas de 1,00m e 1,60m. Infelizmente ambas não possuem mais as placas de fabricação e informações com relação a procedência delas são inexistentes até o momento.

Desembarque da "Joana"

Desembarque da “Joana”

Desembarque da "Joana": a Sentinel 167 foi utilizada como "vagão madrinha" entre a "Camila" e ela

Desembarque da “Joana”: a Sentinel 167 foi utilizada como “vagão madrinha” entre a “Camila” e ela

A locomotiva “Rebeca” está operacional, tendo inclusive sido ligada após o desembarque e uma checagem completa; deslocou-se por todo o pátio sem problemas.

Já a locomotiva “Joana” está parcialmente desmontada; ela estava passando por uma reforma que não chegou a ser concluída.

A  "Joana" já desembarcada no pátio de Cruzeiro com a Sentinel 167 utilizada como "vagão madrinha" entre a "Camila" e ela para as manobras

A “Joana” já desembarcada no pátio de Cruzeiro com a Sentinel 167 utilizada como “vagão madrinha” entre a “Camila” e ela para as manobras

Em breve ambas passarão por reforma e a tendência é que a “Rebeca” siga então para Passa Quatro e auxilie os trabalhos no Trem da Serra da Mantiqueira. O destino da “Joana” ainda vai ser estudado.

 
6 Comentários

Publicado por em 23 de março de 2016 em Uncategorized